EROTIZAÇÃO INFANTIL

chama23Bem disse o pregador do livro de Eclesiastes: ” Tudo tem seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.” ( Ecl.3:1)
Há tempo para nascer, crescer, viver e morrer.  Assim como há tempo de brincar, namorar, casar e ter filhos.
A erotização em si não é ruim.  Ela simplesmente tem que estar inseridade no momento certo.  Uma criança erotizada precocemente carregará para o resto da vida uma idéia distorcida do sexo, algo criado pelo próprio Deus que torna duas pessoas numa só carne e que lhes dá o poder de gerar filhos.  Sexo e amor andam de mãos dadas.
Muitas mães vestem suas filhas pequenas de forma inapropriada e não percebem o malefício que estão causando a elas e os desdobramentos que isto trará a longo prazo.  Além do que, meninas que se vestem de maneira sexy despertam os pedófilos de plantão.
Nós, pais e mães, somos os guardiães de nossos filhos até chegarem à idade madura quando poderão fazer suas próprias escolhas.  Mas enquanto são pequenos e estiverem sob a nossa guarda, temos a obrigação de protegê-los de tudo para o qual eles não estão amadurecidos para discernir.  E aqui eu incluo novelas, filmes e músicas com conteúdo impróprio para os olhos e ouvidos dos pequenos.
Se achamos tudo normal e expomos nossos filhos a todas estas situações, além de estar lhes roubando a infância, estaremos criando pessoas que serão completamente desasjustadas.  E aí, não adianta reclamar, pois as consequências de nosso descaso teremos que assumir.
Uma criança para crescer feliz e saudável, física e emocionalmente, requer disciplina.  E disciplina muitas vezes parece desagradável e alguns pais receiam perder o afeto dos filhos.  Ledo engano, quanto mais se disciplina ( e não falo aqui de castigo físico), mais a criança confia e ama seus pais.  Educar e disciplinar um filho é conduzi-lo por um caminho seguro e promissor.  É permitir que ele amadureça no tempo certo e aproveite todas as fases da vida na sua plenitude.  Portanto, deixemos nossas crianças gozarem a infância com a pureza que lhes é tão peculiar.

Que Deus nos ajude e nos dê sabedoria para criar nossos filhos de modo a criarmos um mundo melhor.

Sylvia Jane Crivella – Junho/2015
Deus abençoe!

Anúncios

HIPOCRISIA

sorria

Certa vez o Senhor Jesus chamou os religiosos de hipócritas.  É um termo muito forte, mas muito corriqueiro.  Vemos por todo o Brasil manifestações contra a corrupção, que é coisa hedionda e precisa ser combatida.  Contudo, precisamos ser humildes para primeiro tirar a trave de nossos olhos para depois tirar o argueiro do outro.  Se cada um de nós fizesse o que é certo, daríamos uma grande contribuição para o nosso país.  Talvez você se sinta ofendido e diga que jamais cometeu qualquer tipo de corrupção.  Então vejamos.
1) Quando não se declara na alfandêga algum produto que deveria ser declarado, está-se sonegando imposto.
2) Quando um atestado médico falso é entregue para justificar uma falta no trabalho, está-se cometendo o crime da fraude
3) Quando se assiste a um DVD pirata ou adquire-se um programa de computador pirata, comete-se um crime.
4) Quando se ultrapassa o limite de velocidade, fura-se um sinal vermelho ou paramos em local proibido, estamos infringindo a lei.

Temos em nosso país a cultura da ” Lei do Gérson”, de tirar vantagem em tudo.  Lembro da época em que meu marido servia ao quartel e algumas esposas de oficiais vinham se gabar de terem passado a perna no feirante, ao trazer para casa 14 laranjas ao invés de uma dúzia!!!

Talvez você diga que nunca cometeu nenhum dos delitos acima e isso é muito louvável, mas a Bíblia diz que não há um justo sequer e que todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.  Quando um homem olha para uma mulher com malícia (e vice versa), diz a Bíblia que tal pessoa cometeu adultério em seu coração. Pecado também é corrupção.  Um coração corrupto armazena mágoas, invejas, ódios…. Uma mente corrupta maquina o mal, arquiteta fofocas e tem pensamentos escusos. Uma mentira “branca” também é engano.

O Senhor Jesus certa vez  foi colocado à prova quando os fariseus lhe trouxeram uma mulher pega em flagrante adultério.  Segundo a Lei Mosaica aquela mulher deveria ter sido apedrejada, mas o Mestre do Amor, conhecedor da natureza humana, disse que atirasse a primeira pedra quem não tivesse pecado.  Um a um daqueles acusadores, acusados por suas consciências, saiu envergonhado. E aí vem a mais estupenda afirmação de amor Daquele que era o único que poderia jogar uma pedra. ” Nem eu tampouco te condeno.  Vai e não peques mais.”

Hoje queremos jogar pedras no governo e nos governantes, mas não queremos que nossos erros venham à luz.  Para construirmos um país forte e próspero, precisamos ensinar pelo exemplo.  Se justificamos nossos erros por causa dos erros de nossos líderes, caímos num ciclo vicioso que fortalece o status quo.

Sylvia Jane Crivella 

Deus abençoe!

Crivella apresenta projeto de lei que pune Planos de Saúde que exigirem autorização prévia

Crivella apresenta projeto de lei que pune Planos de Saúde que exigirem autorização prévia

O senador Marcello Crivella, ao discursar no plenário nesta segunda-feira (13), falou sobre a criação de um projeto de lei que pune representante ou diretor da operadora do plano de saúde ou do hospital prestador de serviço que exija do beneficiário do plano a obtenção de autorização prévia como condição de realização de qualquer atendimento de saúde coberto pelo plano, inclusive internações, consultas, exames e procedimentos.

Segundo o senador, a mudança apresentada vai além da Lei do Plano de Saúde, que tipifica o crime de condicionar atendimento médico-hospitalar emergencial a qualquer garantia. “Acrescentamos, assim, o art. 135, item b, ao Código Penal, com pena de três meses a um ano,” destacou Crivella.

“Se o paciente falecer, então a pena é triplicada. A pena inicial de detenção, três meses a um ano, passa a ser uma pena de três anos, além da multa. É muito importante que nós, do Senado Federal, venhamos a nos debruçar sobre essa medida e a aprovemos, por quê? Ora, porque essa situação de nós causarmos grandes transtornos ao paciente, dificultando, sobremaneira, a obtenção de um serviço que, contratualmente, é do seu direito e já foi pago, antecipadamente – é bom que se diga –, é hoje uma prática ruim e dolosa, uma prática muito prejudicial às pessoas no momento em que elas estão em um instante de fragilidade, ou seja, convalescendo de uma doença, padecendo de uma dor”, disse o senador.

Segundo Crivella, ele atende uma solicitação de um coestaduano ao apresentar o projeto.

Fonte e foto: Ascom senador Marcelo Crivella

Palestra de Sylvia Crivella no I Congresso Nacional do PRB Mulher

Senti-me muito honrada quando a vereadora Tia Eron me convidou para participar deste Congresso.  

Tive que rir quando ela disse que se amarrou no meu artigo “Do Lar” e que por isso achava que eu poderia acrescentar um pouquinho a este encontro.  

Confesso que quando escrevi não imaginava que iria repercutir tanto, mas que bom que as pessoas gostaram.
Antes de publicar qualquer coisa, passo pelo crivo do Crivella (rss).

Obediente que sou, acatei seus conselhos e deu no que deu!!!!

Todo mundo aqui está inserido numa família 

Você pode não ser casada ou ter filhos, mas certamente tem ou teve mãe, pai, irmãos, tias, tios, sobrinhos…  Família é a primeira e principal célula da sociedade.  Deus é família! Quando a família acabar, acaba a humanidade.

A importância da mulher na família

– metade do mundo é composto por mulheres
– a outra metade saiu de uma
Da concepção até os 18 meses de vida, a criança pensa que ela e a mãe são uma só pessoa. Veja quão forte é este laço!  A mãe que rejeita um filho, seja no ventre ou fora dele, traumatiza a tal ponto aquela vida, que só mesmo um milagre para restaurá-la.  A saúde física, mental e emocional de uma criatura depende muito dos cuidados de uma mãe.
O alimento afetivo é mais benéfico que o próprio alimento físico.  Uma criança afetivamente saudável adoece menos até que uma criança que se alimenta bem.  O aleitamento materno é prova disso, pois ao mamar no seio da mãe, o bebê não recebe apenas o alimento mas também o calor; percebe o cheiro e os batimentos cardíacos da mãe.
É uma simbiose total!
A mulher que se propõe a ser mãe precisa estar preparada para sacrificar a sua própria vida.  Gerar ‘cria’ é fácil, mas gerar FILHOS requer dedicação.
Se cada mãe compreendesse o valor de sua responsabilidade, teríamos um mundo melhor.  A Bíblia ensina que a mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola com as próprias mãos a derruba (Prov. 14:1) E casa aqui não é a construção física, mas sim o lar.
Nós formamos os homens de amanhã!

Um por todos e todos por um

Penso que a força de uma família está na união. E a “cola” somos nós mulheres.
Imagina se cada uma de nós tivesse uma família edificada, ou sólida.  Certamente impactaríamos nossa comunidade.  Muitas famílias edificadas impactariam a nação!!! Perceba a força e a responsabilidade da mulher!!! Cada uma de nós foi chamada para cuidar do seu pedacinho da melhor maneira possível. E aqui neste congresso, cada uma no seu quadrado, queremos compartilhar um pouquinho daquilo que aprendemos ao longo de nossa jornada.
Como deve ser o relacionamento mãe/filho (a)?
Muitas pessoas pensam que ser uma boa mãe significa ser uma boa amiga.  Receio ter que discordar disso, pois mãe é muito mais do que uma amiga.
O relacionamento mãe/filho (a) para ter sucesso precisa seguir os ensinamentos da Bíblia.
Perdoem-me se trago assuntos espirituais ao debate, mas a Palavra de Deus faz parte de minha essência e ela é também um livro histórico e científico.
O que está escrito lá funciona mesmo!!!
A Bíblia diz: “Ensina a criança no caminho em que deve andar e mesmo quando for velho não se desviará dele.” (Prov. 22:6) Garanto a vocês que este princípio nos poupa de muitos sofrimentos.
Agora, ensinar não é apenas falar.  Precisa viver o que se prega!  Não é aquela história “Faça o que falo, mas não faça o que faço.” Não!
No quartel tem uma frase que eu gosto muito.  Diz: “As palavras convencem, mas os exemplos arrastam!”
A relação mãe/filho (a) precisa ser uma relação de respeito e este respeito só é conquistado quando você vive o que prega.

A vantagem de se ter mais de meio século de vida

Para alguns os cabelos brancos são um castigo…
Para outros é o coroamento de uma vida!
Quando já se viveu bastante, aprendemos a nos guiar por prioridades e não futilidades.
Percebemos o que é realmente importante e não sofremos mais por bobagens.  Deixamos de ser nossas próprias carrascas e passamos a ter misericórdia de nós mesma.  Hoje posso dizer que sou minha melhor amiga!  Gosto de estar comigo mesma e de refletir sobre tudo e todos.  Aprendi que quando estou bem comigo, estou bem com aqueles que estão a minha volta, em especial minha família. Acho que sou melhor vó do que fui mãe, pois aprendi com meus erros.

Minha família é e sempre foi minha prioridade

Sempre acreditei que Deus confiou meus filhos a mim para que eu os conduzisse a Ele.
Cada filho tem uma personalidade e um temperamento, embora cada um tenha o mesmo pai e a mesma mãe.  Podem comer a mesma comida, ir para a mesma escola, receber a mesma educação, mas cada qual reage de forma diferente.  Precisamos aprender a respeitar estas diferenças.
Eu curto muito a personalidade de cada filho.  Cada um a seu modo enriquece a minha existência.  Às vezes temos momentos tensos e de atrito, pois nenhum de nós tem sangue de barata, mas o amor familiar que nos une nos dá forças para liberar perdão e virar a página.  Ficar cutucando feridas antigas não acrescenta nada.  Muito pelo contrário, torna os relacionamentos frágeis e inseguros.
Eu decidi construir meu lar!  Olho sempre para frente e o que passou, passou!
“As coisas velhas já passaram e eis que tudo se faz novo!” (2 Cor.5:17)

Valorizar seus filhos

Por incrível que pareça todo filho anseia por receber a aprovação e o elogio dos pais mais do que de qualquer outra pessoa.  

A opinião dos pais sobre eles é de suma importância para o desenvolvimento psíquico.  

Um filho (a) que só ouve críticas, desanima. Se ele (a) é sempre comparado a outro filho (a), pior ainda.  Nem todos têm as mesmas aptidões ou inteligências.  Uns têm a inteligência para as Ciências, outro para as Artes e outros ainda para o Esporte.  Cada um tem um talento que precisa ser valorizado, pois todos somos preciosos aos olhos de Deus.

Crie um espaço família

Algumas famílias quando se reúnem o clima fica tenso e cada um acaba se afastando e se encontrando cada vez menos.  Aprendi que reunir a galera não é fácil, pois implica colocar sob o mesmo teto três gerações.  Mas se formos tolerantes com os menores e pacientes com os mais velhos, conseguimos marcar estes momentos, que se tornam doces lembranças.  Rir e chorar juntos são experiências que fortalecem os laços familiares.  Procure estar presente em todos os eventos de sua família, seja com risos, seja com lágrimas.

Segredos e Códigos

Não tem nada a ver com agentes secretos! Mas toda família precisa ter os seus segredos e seus códigos.  Sejam palavras, olhares ou gestos. Coisas que só os íntimos reconhecem.  Sabe aquele assovio que seu pai dava para lhe chamar?  Mais ou menos isso! Meu neto Daniel criou um chat família.  Nele só entra a família mais próxima.  O que um escreve todos os outros leem.  Divertimo-nos muito compartilhando fatos, fotos e vídeos de nosso dia a dia. É um espaço livre onde nos sentimos bem à vontade.  Sem corrermos o risco de sermos mal interpretados.

Com toda esta liberdade e intimidade temos q ter o cuidado de não ultrapassar limites

Tenho dois filhos casados e graças a Deus me dou bem com o genro e a nora, mas sei que preciso respeitar os limites. Hoje minha filha é primeiro esposa, depois mãe e por último filha.  O mesmo com meu filho.  Primeiro ele é marido. Minha posição de mãe continua a mesma.  Não perdi a filha e nem tampouco o filho.  Muito pelo contrário, ganhei outro filho e outra filha! Amamos-nos, mas nos respeitamos e deixamos cada qual ocupar o seu espaço.
Muitas pessoas se realizam criando projetos, conquistando títulos, obtendo o reconhecimento… Eu me realizo sendo mãe, tendo a minha família!

Quando me formei, minhas amigas de faculdade foram todas ao campo de trabalho.  Lembro que me sentia inferior sendo uma simples dona de casa.  

Olhando para trás, vejo que foi a melhor escolha que fiz!
Nós mulheres temos uma grande e nobre missão.  Não deixe ninguém te fazer sentir sem valor.  Você é muito preciosa! Você é única! A sua missão só você pode cumprir.  

E creia-me, se cumprirmos bem nossa missão, mudaremos o mundo!

Deus nos abençoe!
Obrigada!
Sylvia Jane Crivella

Brasília, 10 de agosto de 2013

Do Lar

familiacrivella
Do Lar

Durante muitos anos me constrangia  com a pergunta: Ocupação?  Me sentia humilhada ao escrever ‘ do lar’, e pior quando tinha que verbalizar.
Após alguns anos, encontrei uma saída que me fazia estufar o peito quando aquela fatídica pergunta aparecia. ESCRITORA, eu escrevia em letras garrafais ou dizia em alto e bom som.  Me sentia a rainha da cocada preta!!!

Mas por ironia do destino…. me vi escrevendo livros e artigos falando justamente desta ocupação, tida por muitos como inferior.  Ao analisar minha vida e a de tantas outras que navegam nas mesmas águas, percebi que ser dona de casa não é para qualquer um!!

Para exercer as funções do lar, a mulher precisa ter noções de muitas outras ocupações.  Vejamos algumas.

1) ADMINISTRAÇÃO.  Toda dona de casa que se preza precisa saber administrar seu tempo e sua casa. Ela tem, por  exemplo, que discernir quando vai responder seus emails; não pode ser na hora que seus filhos ou marido estão precisando dela.  Ela precisa estar atenta a tudo para que seu lar funcione com eficiência. Imagina acabar o açúcar na hora do café?!  Ou cortarem a luz por falta de pagamento quando o marido está mandando um email para o chefe? O lar é uma pequena empresa. Precisa ser bem administrada.

2) ECONOMIA.
Toda dona de casa sabe como vai a inflação. Ela tem um orçamento e muitas vezes ‘rebola’ para não deixar a peteca cair.  A família nem imagina o quanto lhe custou levar aquela refeição à mesa.

3) NUTRIÇÃO.
Toda esposa e mãe se preocupa com a alimentação de sua família.  Ela procura unir valor nutritivo aos seus saborosos pratos e sempre ‘esquenta a mufa’ com o cardápio.  Não raro pergunta : ” Meu amor, o que você está querendo comer hoje?”  E a maioria  se irrita, pois afinal acabou de tomar o café da manhã!  Mas é que planejamento é da natureza feminina, haja vista os 9 meses de gestação!  E um pouquinho de ajuda é sempre bem vinda!  Conheci uma senhora que fazia o cardápio para o ano inteiro, só variava a maneira de preparar os pratos.  É uma idéia, né?

4) GASTRONOMIA.
E aí valem as receitas da TV e das revistas.  Sempre procurando uma novidade para surpreender sua família.

5) DECORAÇÃO.
Com muitos ou poucos recursos, a mulher sempre gosta de arrumar seu ninho.  Para ficar bonito e agradável, ela também tem que ter noção deste ofício.

6) PSICOLOGIA.
Sempre aparando arestas e intermediando desentendimentos, a mãe tem que entender os dois lados da moeda e ‘calçar os sapatos’ de ambos. Tem que incentivar o filho que perdeu o pênalti na final do campeonato; enxugar as lágrimas da filha ignorada na festa da escola e dar força ao marido quando os negócios não andam lá essas coisas.  E isso tudo com psicologia para não ouvir: ” Você está por fora!”

7) PEDAGOGIA.
É… a mãe tem que ser uma pedagoga e ajudar seus filhos nas lições de casa e nas lições da vida.  Ela é a principal responsável pela educação deles.  Muitas, inclusive, assumem 100% esta função quando decidem fazer ‘home schooling’ ( escola caseira) com seus filhos.  A pior coisa que a mãe pode ouvir sobre seu filho é que ele é mal educado.

8) ESTÉTICA.
A sociedade moderna exige que a mulher esteja sempre jovem e vigorosa.  Nem sempre  é possível, mas todas tentamos da melhor maneira possível atender a esta exigência.  Mudamos a cor e o corte dos cabelos.  Variamos no esmalte.  Usamos todos os cremes de beleza e as vezes até fabricamos os nossos com as receitas mais estranhas.  Tudo na tentativa de ficar mais bonita.

9) MEDICINA.
Não sei por que cargas d’água todos da família acham que nós temos a receita ou o remédio certo para todos os males, mas a verdade é que tivemos que desenvolver também esta ciência a partir das cólicas de nossos bebês.  Até hoje, com filhos já adultos, sou questionada do que fazer em tal situação. É como diz o ditado: ‘ De médico e louco, todos têm um pouco’, e nós mães, temos muito!

10) ÍMÃ.
Este não é um ofício propriamente dito, mas a mulher precisa se esforçar para ser um magneto, atrair e unir sua família.  Celebrar aniversários e datas importantes,   além do cardápio caprichado,
brincadeiras e gincanas marcam estes momentos.  Sei por experiência que o que fortalece os relacionamentos é  quando a família compartilha risos e lágrimas.

Consegui reunir 10 atividades que estão embutidas na ocupação ‘ Do Lar’.  Mas todas nós sabemos que existem muitas outras, pois a mulher é por natureza multi funcional.  Ela consegue cozinhar, falar ao telefone, ouvir música e ainda olhar a criança, tudo ao mesmo tempo!  Nós somos realmente incríveis, né?  Contudo, nada disto tem valor se não buscarmos em Deus a direção, pois o orgulho é o pior câncer – ele aniquila a alma!

A Palavra de Deus nos ensina: ” A mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola com suas próprias mãos a derruba.”  (Prov.14:1)

Encontramos também um exemplo maravilhoso de mulher virtuosa em Provérbios 31.  Se ela podia, nós também podemos!!!

Que a graça do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo esteja sobre todas nós!

Sylvia Jane Crivella
Junho/2013